Boca limpa é sinal de dentinhos saudáveis. A escovação dos dentinhos e gengiva, mais do que evitar cáries, ajuda a evitar infecções e proliferação de bactérias.

 

Escovar os dentes após as refeições é essencial para a saúde bucal de adultos. Com crianças o cuidado deve ser redobrado. Os dentes estão crescendo, os ossos da face ainda estão em formação, então todo cuidado é pouco.

Bebês e crianças pequenas ainda não entendem a importância de escovar os dentes e não conseguem fazer da maneira correta sozinhos. Assim, cuidar da saúde da boca dos pequenos depende do papai e da mamãe.

Conheça algumas dicas que podem te ajudar a melhorar a saúde bucal do seu filho.

 

6 dicas para melhorar a saúde bucal do bebê

Problemas relacionados à saúde bucal, geralmente, só são percebidos quando a criança tem motivos para reclamar, como uma inflamação ou dor de dentes. Cuidar da higiene da boca do seu filho, no entanto, deve acontecer todos os dias.

Veja algumas dicas de cuidados com a boca do bebê.

 

1. Cuidados com a boca da grávida fazem diferença

Agendar uma consulta com o dentista no segundo trimestre da gravidez é uma forma de cuidar da saúde do bebê. Limpezas e cuidados básicos com os dentes são procedimentos que não fazem mal para o pequeno. Mais do que não fazer mal, reduzem o risco de bactérias e infecções serem passadas da mamãe para o bebê pelo sangue.

 

2. Seu bebê precisa de um odontologista, mesmo não tendo dentes

cuidado oral saúde da boca bebê dentiçãoMuitas mães esperam os dentes nascerem para levar o pequeno a primeira vez ao dentista. É importante que essa primeira consulta aconteça antes.

O odontopediatra é a melhor pessoa para te ensinar a cuidar das gengivas do bebê e verificar se a formação dos ossos está indo bem.

Leve seu bebê antes que ele complete um ano de idade ou, no mais tardar, ao aparecer o primeiro dente.

Nos primeiros 5 anos de vida do seu filho, o ideal é levar ele para consultas a cada seis meses.

 

3. Gengivas merecem cuidado

Muitos pais pensam que só por que o bebê não tem dentes, não é necessário cuidar da saúde bucal. Esse é um pensamento muito errado, já que mesmo o leite pode deixar resíduos nas gengivas e causar problemas.

Limpar as gengivas do bebê pelo menos duas vezes ao dia é essencial. O ideal é que a limpeza seja feita após a amamentação da manhã e da noite. Assim, mamãe e papai previnem que bactérias apareçam na boca do bebê.

Existem diversas técnicas para a limpeza de gengivas, como enrolar uma gaze úmida no dedo. A melhor alternativa, no entanto, é procurar por escovas especiais para gengivas. Elas têm encaixe para o dedo da mamãe e, além de limpar, massageiam as gengivas.

 

4. Escolha a escova e pasta certas para seu filho

cuidado oral saúde da boca bebê dentiçãoUtilizar escovas e pastas de dente sem causar problemas para o bebê só é possível quando os dentes começam a nascer, eles podem machucar a gengiva.

Quando a primeira dentição começar, escove os dentes do pequeno com uma escova infantil de cerdas macias. Existem escovas próprias para cada faixa etária.

Cuidado com pastas de dente que possuem flúor, em excesso pode ser um produto prejudicial para a boca do bebê.

Procure sempre a orientação do dentista ou pediatra do bebê sobre quais produtos comprar.

 

5. Coisas do bebê devem ser separadas

É essencial evitar que os bebês levem para a boca coisas que adultos usam, principalmente as que adultos colocam na boca, como escovas, copos e canudos. Seu bebê não tem um sistema imunológico preparado para as bactérias que podem se acumular nesses itens.

 

6. Cuidado na introdução alimentar

Uma preocupação que a mamãe e papai devem ter é o momento de inserir outros líquidos na alimentação do bebê além do leite. Muitos sucos e bebidas que são consideradas saudáveis tem quantidades grandes de açúcar e podem causar cáries no seu bebê e fazer mal para o estomago.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *