A gestação é um período difícil para as mamães. O aumento do peso causa dores nas costas e os hormônios causam. A acupuntura pode ajudar a aliviar as grávidas.

 

Dores nas costas e enjoos matinais não são raros nas grávidas. Resolver o problema, no entanto, pode ser um grande desafio. Como todo medicamento que a futura mamãe toma vai para a corrente sanguínea e pode alcançar o bebê, muita coisa não é permitida.

O problema é que, pesando em evitar substâncias que possam prejudicar o bebê, as gestantes acabam ficando sem opções para aliviar o incomodo. Buscar alternativas mais naturais, então, se tornou cada vez mais comum.

Entre as diversas possibilidades que existem, como a pulseira antienjoo, uma das mais buscadas é a acupuntura. Conheça mais sobre essa prática da medicina chinesa e a ajuda que pode oferecer para mamãe e bebê.

 

Acupuntura e bem-estar

Durante a gravidez a mamãe pode sentir diversos tipos de sintomas e desconfortos. Ainda que possam ser coisas simples, são um incomodo grande para a grávida e, em alguns casos, podem representar riscos para o bebê.

A acupuntura pode ajudar a aliviar:

  • Enjoos matinais;
  • Vômito;
  • Inchaço
  • Retenção de líquidos;
  • Dores de cabeça (cefaleia);
  • Enxaquecas;
  • Dor nas costas (lombalgia);
  • Hipertensão arterial (DHEG).

 

Além disso, essa prática pode auxiliar no controle de doenças como diabetes e hipertireoidismo. Os benefícios da acupuntura não param no período da gestação, podendo ajudar, também, no pós-parto. Ela ajuda a evitar a hipogalactia, que é quando a mamãe não produz leite suficiente para o bebê.

Ainda que boa parte desses benefícios pareçam afetar apenas o bem-estar da gestante, o bebê tem grandes vantagens com a acupuntura. Tudo o que a mamãe sente ou experimenta acaba sendo transmitido para ele. Assim, uma mãe calma, feliz e aliviada faz com que o bebê se sinta mais seguro e confortável no útero.

 

Acupuntura e gestação: como funciona?

A acupuntura é uma técnica milenar da medicina chinesa. Ela se baseia no estímulo de terminações nervosas para equilibrar energias do corpo e da mente. Por meio de agulhas finas, é aplicada uma pressão em pontos específicos para cada objetivo.

Ao trabalhar esses pontos a acupuntura incentiva o corpo a se reenergizar e aliviar os sintomas. Ela tem sido utilizada para o tratamento de diversos problemas, como ansiedade, dores, tabagismo, depressão e muitos outros.

Existem inúmeros pontos em que as agulhas podem ser aplicadas, mas, no caso das gestantes, existem algumas restrições. Durante a gestação, as agulhas da acupuntura não podem ser aplicadas na pelve ou na parte abaixo da altura uterina do abdômen. Esses pontos podem causar contrações uterinas, prejudicando o desenvolvimento do bebê e, em alguns casos, estimulando o parto prematuro.

Por conta deste e de outros cuidados, tanto para gestantes quanto para qualquer outra pessoa, a acupuntura deve ser feita apenas por médicos especialistas. O treinamento que eles recebem da prática oferece conhecimentos aprofundados sobre a anatomia humana e sobre quais os estímulos que cada ponto causa.

Benefícios da acupuntura para grávidas

Como já comentamos, existem diversas vantagens na acupuntura. Para grávidas as principais são:

 

Aliviar dores de cabeça – Dores de cabeça comuns ou crises de enxaqueca são comuns durante a gestação e podem ser eliminadas ou reduzidas com a acupuntura.

Enjoos e vômitos – Enjoos matinais e vômito são naturais nos primeiros meses da gestação e podem ser aliviados com a prática, que melhora, também, possíveis azias.

Inchaços – Seja por problemas de circulação ou retenção de líquidos, é possível reduzir os inchaços na gravidez com a aplicação das agulhas, melhorando, inclusive, dores decorrentes desse inchaço.

Dores nas costas – Não importa se são dores decorrentes da falta de postura, do peso extra carregado ou do encaixe dos ossos para abrir espaço para o bebê, são dores comuns na gravidez e que podem ser aliviadas com a acupuntura.

Emocional – As mudanças hormonais e no corpo podem causar desequilíbrios emocionais na futura mamãe. A acupuntura, como falamos, não atua apenas no corpo, mas no equilíbrio da mente. Por isso, ajuda a aliviar sintomas como raiva, ansiedade, preocupação, tensão, medo, tristeza, depressão e muitos outros.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *