Não existe produto para bebê mais controverso que as chupetas. Discussões sobre se elas devem ou não ser dadas às crianças são antigas e, muitas vezes, deixam as mamães e papais confusos sobre o que fazer.

 

Existem muitas opiniões sobre o uso da chupeta. Sempre tem alguém com um conselho sobre seu uso para dar aos pais, principalmente os de primeira viagem, e dizer o que é melhor. Algumas mães recomendam o uso da chupeta, enquanto outras acham um absurdo.

Será que é algo tão ruim assim o uso de chupetas ou será que existe um pouco de exagero? É hora de pesar prós e contras para descobrir.

 

Prós: vantagens da chupeta

Uma das principais vantagens que a chupeta pode oferecer para os pais é a possibilidade de acalmar a criança. Isso acontece por que a medida que o pequeno chupa a chupeta, seus batimentos vão se estabilizando e ele começa a se sentir relaxado e confortado.

Essa é uma técnica utilizada por pais, principalmente, nos primeiros meses do bebê, na época das cólicas. Afinal, quando todas as alternativas se esgotam, ouvir o choro do pequeno acaba se tornando uma tortura para todos, incluindo o bebê.

Uma boa notícia é: chupetas não causam nenhum problema na arcada dentária nesses primeiros meses.

chupeta bebê vantagens desvantagensComo os ossos ainda não estão em processo de transformação, a chupeta não causa nenhum efeito.

Outro benefício do uso das chupetas é ajudar bebês prematuros a mamar.

As chupetas funcionam como um treino de sucção, ajudando para que ele consiga pegar o bico do peito ou da mamadeira para se alimentar.

Para mamães com bebês maiores e em fase de desmamar, a chupeta pode ser de grande ajuda. Com ela, o desmame do pequeno se torna mais simples e menos sofrido para a criança.

 

Quais os contras da chupeta?

Entre os contras que especialistas dizem que a chupeta causa, um dos mais conhecidos é a possibilidade de confundir o bebê. Entre a chupeta, a mamadeira e o seio, são 3 bicos diferentes em contato com a boca do bebê. Pode acontecer que ele goste mais de um do que dos outros e, se a chupeta for o favorito, a alimentação do pequeno pode ser prejudicada.

Os problemas relacionados a saúde do bebê que chupa chupeta mais mencionados são:

  • Problemas de fala e mastigação;
  • Dificuldade de deglutição e sucção;
  • Infecções gerais e otite;
  • Problemas respiratórios como asma e sinusite;
  • Problemas dentários como mordida errada;
  • Distúrbios do sono.

A maior preocupação sobre o uso da chupeta, na verdade, é a possibilidade do bebê recusar o seio e o desmame acontecer muito cedo. Isso é um problema por que o leite materno é essencial nos primeiros anos de vida para reduzir o risco de doenças e garantir um bom desenvolvimento dos ossos da face.

 

Usar ou não usar chupeta?

O problema de produtos focados no desenvolvimento de bebês é que muitos dos benefícios considerados por alguns especialistas costumam ser questionados por outros. Com a chupeta não é diferente, então, o que você deve ter como foco é que tudo que acontece em excesso é prejudicial.

Sim, você pode usar a chupeta tranquilamente. Elas podem ser uma boa alternativa para ajudar bebês prematuros e que tem dificuldades em pegar o seio, além de ajudar no desmame. No entanto, tirar o bebê do peito cedo demais ou deixar que ele passe o dia todo com a chupeta pode ser muito prejudicial. Se você quiser usar a chupeta tudo bem, mas sem exageros.

Passar muito tempo com a chupeta pode ser um problema grande, principalmente para bebês que estão na 2ª fase da dentição, quando os permanentes nascem. Tirar a chupeta pode ser mais difícil que desfraldar o bebê. Por isso, sempre leve em consideração alguns pontos que evitam problemas:

 

Escolha a chupeta correta

A melhor opção é sempre buscar por chupetas ortodônticas. Seu formato e material é pensado para não prejudicar a formação dos dentes e outros ossos da face. Considere, também, a faixa etária de cada modelo. Comprar chupetas adequadas para a idade do seu bebê é essencial, já que acompanham seu bebê crescendo, se desenvolvendo e ganhando dentes.

 

Qualidade e higiene são essenciais

Evitar problemas inclui a saúde do seu bebê. Hábitos como o de colocar a chupeta em algum alimento doce antes de dar ao bebê são prejudiciais. Isso pode causar dores de barriga no pequeno e aumentar as chances de cáries.

chupeta bebê vantagens desvantagensA chupeta deve estar sempre limpa e esterilizada quando for entregue para o pequeno.

É importante que a chupeta esteja sempre em boas condições, sem furos, sem estarem desgastadas ou grudentas.

Chupetas velhas e que estão perdendo a qualidade devem ir para o lixo.

 

Controle o uso da chupeta

É importante que a mamãe e o papai tenham o controle da frequência de uso, não a criança. Não coloque a chupeta na boca do seu filho a qualquer momento, use apenas em momentos em que ele precise dela, como na hora do sono e das cólicas.

Evite as cordinhas que prendem a chupeta à roupa do bebê. Se for prender em algum lugar para que ela não se perca que seja no carrinho ou na bolsa. Quando ela estiver com o bebê é importante não criar a liberdade de colocar a chupeta na boca quando quiser. Com a cordinha, pegar a chupeta e levar a boca se torna um vício para o bebê, fazendo com que tirar a chupeta se torne cada vez mais difícil.

 

Saiba quando retirar a chupeta

Para seu pequeno a chupeta é mais do que um objeto. Existe um afeto e apego, assim como acontece com paninhos e bichos de pelúcia, por exemplo. Por isso, tirar a chupeta de repente pode ser um problema. O processo deve ser gradativo, convencendo o pequeno a dar a chupeta para alguém quando tirar da boca e criando novos hábitos, principalmente para os momentos em que ele sempre pede a chupeta.

 

Lembre-se, seis anos é a idade limite. A partir dessa idade o pequeno começa a ganhar os dentes permanentes. Isso significa que a chance de ter problemas ortodônticos se torna muito maior.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *